TRF-5: Confirmado concurso para 2º e 3º graus. Até R$6.551

By   18/01/2012

concurso TRF-5O Tribunal Regional Federal da 5ª Região (TRF-5ª Região) – sediado em Pernambuco e que engloba os estados de Alagoas, Ceará, Paraíba, Rio Grande do Norte e Sergipe – anuncia a realização de concurso para técnico e analista judiciários. Os preparativos já estão avançados e o edital está previsto já para março.

A informação é do presidente da comissão do concurso, o desembargador federal Edilson Pereira Nobre. Segundo ele, Fundação Carlos Chagas (FCC) deverá ser a organizadora da seleção. “O setor de contratos está examinando a proposta enviada pela fundação. Devemos assinar o contrato no início de março”, conta.

Ainda não há definição quanto à oferta de vagas imediatas. De acordo com Edilson Pereira Nobre, um eventual quantitativo mínimo será decidido no final de fevereiro, quando acontecerá uma reunião entre os membros da comissão, também composta pelas servidoras Sônia Maurício de Oliveira e Soraya Maria Portugal de Oliveira.

Para a sede do TRF-5ª, haverá oportunidades para técnico judiciário da área administrativa, que requer apenas nível médio, e analista judiciário da área judiciária, para o qual é preciso graduação em Direito. Os vencimentos para técnico são de R$3.993,09, sendo R$2.662,06 de salário básico e R$1.331,03 de Gratificação de Atividade Judiciária (GAJ). Para analista, o valor é de R$6.551,52, contando com o benefício.

As seções judiciárias, que englobam todos os estados integrantes do órgão, serão contempladas com maior variedade de especialidades. Além das já mencionadas, haverá vagas para técnico judiciário na área de segurança em transporte (nível médio) e para analista judiciário nas áreas administrativa (qualquer curso superior) e de execução de mandados (bacharel em Direito).

Fora os rendimentos – e as contratações pelo regime estatutário, que garante estabilidade -, um dos atrativos é a possibilidade de ascensão profissional. As carreiras são divididas pelas classes A, B e C, e vão do padrão um ao 15. Os servidores passam de um padrão a outro anualmente. Essa movimentação acontece de acordo com uma avaliação de desempenho, normatizada pelo Conselho da Justiça Federal. No últimos patamares, os técnicos recebem R$6.360,70 (salário básico de R$4.240,47 e GAJ) e os analistas, R$10.436,11 (vencimento de R$6.957,41).

Último concurso - A preparação de um novo concurso acontece mesmo sem ter expirado a validade, já prorrogada, da mais recente seleção promovida pelo órgão, realizada em 2008. Para técnico da área administrativa e analista da área de Taquigrafia, o cadastro ficará vigente até 22 de agosto deste ano; para os demais, o prazo encerra no dia 10 de julho.

Ao se antecipar em relação ao término da validade do concurso, o tribunal quer atender às demandas futuras que surgirão com a implementação de 11 novas varas por ano, até 2014, já autorizadas por lei. Por isso, a expectativa é por muitas convocações, tal como ocorreu com o último cadastro – apesar de terem sido oferecidas 22 vagas imediatas, foram chamados 752 aprovados até o momento.

Saiba como foi o último concurso

O mais recente concurso para técnico e analista judiciários do TRF-5ª Região foi organizado pelo Centro de Seleção e de Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (Cespe/UnB). O processo seletivo constou de prova objetiva e teste prático de Informática, sendo esta etapa aplicada apenas aos candidatos a técnico judiciário da área administrativa e analista das áreas administrativa, judiciária e judiciária – especialidade execução de mandados.

O teste escrito foi composto por 50 perguntas sobre Conhecimentos Básicos, que englobaram Língua Portuguesa, Atualidades e Raciocínio Lógico; e 70 sobre Conhecimentos Específicos. Para técnico da área administrativa, esse grupo de matérias compreendeu Direito Processual do Trabalho, Direito do Trabalho, Direito Processual Civil, Direito Administrativo, Direito Constitucional e Regimento Interno do Tribunal Regional Federal da 5ª Região.

As perguntas tiveram que ser avaliadas como “certa” ou “errada”. A cada resposta correta, o concorrente recebia um ponto, subtraído no caso de o item estar em desacordo com o gabarito. Itens com nenhuma ou dupla marcação eram desconsiderados. Para ser aprovado, foi preciso somar 12 pontos em Conhecimentos Básicos, 18 em Específicos e 36 no conjunto das provas. No exame prático, os participantes precisaram elaborar uma planilha em excel, convertê-la em tabela para uso no Word e enviar o arquivo via Outlook.

Fonte: Folha Dirigida

2 Comments on “TRF-5: Confirmado concurso para 2º e 3º graus. Até R$6.551

  1. dulce

    Só a FCC faz os concursos dos Tribunais? O que está acontecendo? Precisamos averiguar esse privilégio…

  2. joao paulo

    Está errado. O último concurso quem realizaoufoi a FCC em 2008 e não o CESPE.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *